Nota fiscal de entrada e saída: qual a diferença?

Por:
3 minutos de leitura
Nota fiscal de entrada

NESTE ARTIGO VOCE VAI VER:

Você sabe qual a diferença entre nota fiscal de entrada e de saída? Entenda as finalidades de cada uma delas e saiba como arquivar seus documentos fiscais com segurança.

Deseja baixar o artigo em PDF?

Compreender o universo fiscal e tributário pode ser um desafio, principalmente ao lidar com assuntos como nota fiscal de entrada e nota fiscal de saída. Mesmo que essas sejam nomenclaturas cotidianas no mundo dos negócios, a diferença exata entre elas muitas vezes fica confusa.

Pensando nisso, vamos explicar neste post detalhadamente o que é cada uma delas, como diferenciá-las e discorrer sobre sua importância. Além disso, abordaremos a relevância de armazenar todas as notas fiscais de modo seguro. Confira!

O que é nota fiscal?

Nota fiscal é um documento fiscal que tem como objetivo registrar qualquer transferência de propriedade ou serviço prestado entre as partes envolvidas em uma transação comercial. Serve como comprovante para o destinatário da compra, evidência para o remetente do fornecimento e registro para os órgãos fiscais de que a transação comercial ocorreu.

Nota fiscal de entrada

A nota fiscal de entrada é emitida sempre que uma empresa recebe um produto ou serviço de um fornecedor. Ela é usada não apenas para confirmar o recebimento, como também para calcular o valor dos impostos devidos sobre a aquisição.

A nota fiscal de entrada é emitida pelo fornecedor, mas registrada pelo destinatário. Ela desempenha um papel vital na gestão de estoques e na entrada de bens ou serviços de uma organização, além de ser crucial para o cálculo de impostos.

Nota fiscal de saída

Já a nota fiscal de saída é usada quando existe uma transação onde um produto ou serviço é vendido, seja para empresas ou para consumidores finais. É emitida pelo remetente da mercadoria para o destinatário e é comumente usada em vendas de produtos ou serviços.

A nota fiscal de saída é fundamental para o cálculo de impostos sobre vendas, gestão de vendas e logística, além de servir como comprovante para o cliente.

Nota fiscal de entrada
Imagem de Tumisu/Pixabay

Quais são as diferenças?

Embora ambas sejam notas fiscais, a principal diferença entre a nota fiscal de entrada e a nota fiscal de saída reside nas transações em que são usadas. Enquanto a nota de entrada é usada nas operações de compra, a de saída é usada nas operações de venda.

Importante ressaltar que ambas devem ser armazenadas por pelo menos 5 anos, de acordo com a legislação fiscal brasileira. Também é importante considerar que a SOX sugere o arquivamento dos documentos fiscais pelo período de 7 anos para garantir o compliance.

Armazenamento seguro e na nuvem

Em um mundo cada vez mais digital, é crucial armazenar essas notas fiscais de maneira segura e confiável. O armazenamento em nuvem oferece uma solução prática e eficiente para esse propósito. Com a digitalização de notas fiscais, empresas e indivíduos podem facilmente armazenar, acessar e recuperar uma infinidade de notas fiscais com apenas alguns cliques.

Além disso, o armazenamento em nuvem permite um acesso fácil e contínuo a notas fiscais, além de oferecer benefícios como economia de custos, eficiência operacional e controle aprimorado de documentos.

De olho nas notas fiscais de entrada

É fundamental ressaltar a importância do monitoramento das notas fiscais de entrada para a prevenção de problemas com notas frias.

Notas frias são documentos fiscais falsos utilizados para simular compras que não aconteceram, o que pode gerar problemas financeiros e legais para o negócio. Portanto, realizar o controle minucioso e constante dessas notas é uma medida crucial para verificar a procedência dos documentos e garantir a veracidade das operações registradas.

Este acompanhamento ajuda as empresas a se precaverem contra práticas de fraude e evitarem possíveis inconvenientes com a fiscalização e litígios judiciais. E a boa notícia é que ele pode ser feito facilmente por meio de uma solução fiscal de armazenamento de documentos fiscais, como o Dootax Repositório DFe.

Conclusão

Entender a diferença entre a nota fiscal de entrada e saída é fundamental para a gestão fiscal adequada de um negócio. Ambos os documentos têm seus papéis únicos na documentação e cálculo de impostos das transações comerciais.

Portanto, para garantir a conformidade fiscal total, as empresas devem manter um registro adequado de todas as notas fiscais de entrada e saída. E o armazenamento em nuvem apresenta-se como uma excelente ferramenta para essa tarefa, proporcionando segurança, praticidade e eficiência.

Agora que você já conhece as diferenças entre nota fiscal de entrada e de saída, continue a visita em nosso blog e descubra como organizar notas fiscais com segurança.

Visited 244 times, 1 visit(s) today

Quer saber como podemos ajudar você no armazenamento de NF-e e CT-e?

Preencha o formulário e converse com nossos especialistas.

1
2

VEJA TAMBÉM

Tempo de leitura: 3 min Você sabia que as notas frias emitidas por terceiros podem prejudicar a sua empresa? Saiba mais sobre elas e descubra como identificá-las.

Tempo de leitura: 3 min Organizar notas fiscais de forma segura é essencial para evitar a perda de documentos e problemas com o Fisco. Descubra a forma ideal de armazenar.

Tempo de leitura: 4 min Você já conhece todos benefícios do armazenamento de NFe na nuvem? Saiba por que sua empresa deveria investir em uma solução fiscal.

Newsletter

Quer receber os melhores conteúdos fiscais
diretamente no seu e-mail?