Blog

Tecnologia e ESG: uma parceria de sucesso

Tempo de leitura: 4 minutos

Na busca por atender às questões envolvendo meio ambiente, impacto social e governança corporativa, as organizações buscam implementar boas práticas e mudar seus processos internos. Nesse contexto, tecnologia e ESG se mostram uma combinação ideal para o sucesso.

O ESG traz diretrizes que as empresas utilizam para minimizar impactos ambientais, construir um mundo mais justo e preservar os melhores procedimentos administrativos. E, assim como ocorre nas mais diversas áreas de uma organização, a tecnologia pode ter um papel vital.

Quer entender melhor como a tecnologia e ESG podem ser combinados? Confira logo a seguir!

Tecnologia e ESG
Negócio foto criado por rawpixel.com – br.freepik.com

O que é ESG?

ESG é um conceito que promove boas práticas baseadas em três pilares: environmental, social e governance.

  • Environmental – Ambiental. Analisa o impacto do consumo de recursos de qualquer empresa no meio ambiente, como pegada de carbono e descarte de água residual, entre outras atividades de impacto ambiental.
  • Social. Analisa como a empresa interage com as comunidades onde opera. Também analisa as políticas internas relacionadas a diversidade, inclusão, entre outras
  • Governance – Governança. Refere-se a práticas e políticas internas que levam a uma tomada de decisão eficaz e conformidade legal. O ESG facilita o crescimento da receita no longo prazo, atrai talentos, reduz custos e cria um sentimento de confiança entre os consumidores.

Como combinar tecnologia e ESG?

Para melhorar o desempenho e facilitar a adesão de boas práticas, as empresas podem combinar tecnologia e ESG. Afinal, a tecnologia tem o potencial de revolucionar a gestão tradicional da sustentabilidade por meio da automação de processos existentes, inteligência e insights baseados em dados e comunicação entre uma empresa e seus vários stakeholders.

Veja como pode ser feita a combinação de sucesso entre tecnologia e ESG:

1. Melhoria da visibilidade do desempenho

Cientes das mudanças no clima de investimento, as empresas estão definindo metas eficazes para melhorar o desempenho em práticas de ESG. No entanto, quando os dados não estão prontamente disponíveis, torna-se difícil para uma empresa rastrear seu desempenho.

Com a ajuda da tecnologia, as organizações podem agilizar seus processos, coletar e visualizar dados em uma única plataforma. A integração da tecnologia permite às empresas não apenas identificar as áreas de alto desempenho, mas também os pontos fracos que requerem mais atenção, abrindo caminho para melhorias e correção de curso.

2. Coleta de dados de alta qualidade

Os dados de ESG geralmente estão espalhados por vários departamentos e localizações geográficas, dificultando a coleta. Mesmo quando os dados são coletados, a qualidade e a precisão desses dados são suspeitas.

A combinação de tecnologia e ESG permite que as empresas digitalizem todo o processo de coleta de dados e rastreiem os dados de volta à sua fonte. Além disso, os documentos de auditoria coletados no processo servem como solução de prova para a confiabilidade dos dados. A automação facilita a geração de relatórios, dando aos gerentes de sustentabilidade mais tempo para se concentrar nos principais riscos e oportunidades.

3. Comunicação eficaz com investidores, clientes e funcionários

O relatório de sustentabilidade de uma empresa atende a vários públicos, como investidores, clientes e funcionários – cada um com seu próprio conjunto de expectativas. Enquanto os investidores estão interessados em questões ESG que afetam financeiramente uma empresa, clientes e funcionários estão mais interessados no desempenho geral de uma empresa com relação a ESG.

Usando a tecnologia, os dados podem ser facilmente priorizados para atender às necessidades de diferentes grupos. Sites, painéis e infográficos dinâmicos são alguns exemplos de maneiras pelas quais as organizações podem envolver seus stakeholders. A comunicação eficaz se traduz em maior transparência e maior confiança entre as partes interessadas.

4. Colaboração com todas as partes interessadas

A tecnologia pode ser aproveitada para remover a barreira de comunicação entre a empresa e suas partes interessadas e trabalhar de forma colaborativa. Ao permitir uma comunicação contínua, a tecnologia ajuda a economizar tempo, dinheiro e esforço em todo o ciclo de vida do ESG.

A inclusão de partes interessadas no processo de relato tem dois benefícios principais. Primeiro, permite que as empresas aprendam mais sobre suas necessidades e desejos, resultando em melhores relatórios. Em segundo lugar, também gera um sentimento de pertencimento entre as partes interessadas e faz com que se sintam valorizadas. Assim, a integração da tecnologia pode levar os relatórios ESG de uma empresa para o próximo nível.

5. Aplicação de critérios de ESG na área fiscal

Uma parte importante da governança corporativa está relacionada ao cumprimento de todas obrigações fiscais e tributárias da empresa. Neste quesito, a tecnologia também exerce um papel de grande importância – trazendo ferramentas de automação que permitem alcançar o compliance fiscal com mais eficiência.

Além dos fatores mencionados, vale lembrar que a tecnologia facilita a adoção de práticas sustentáveis. Afinal, com o uso de plataformas digitais, evita-se o uso de papéis e outros materiais de escritório, minimizando o impacto ambiental. Por isso, não tenha dúvida: tecnologia e ESG formam uma parceria de sucesso para empresas que querem aumentar o valor de mercado e se destacar frente a investidores.

Caixa Postal Fiscal

Você já conhecia a relação entre tecnologia e ESG? Quer entender melhor o papel da tecnologia de automação fiscal? Confira 5 motivos para investir em um software de automação!

(Visited 39 times, 1 visits today)
Compartilhe
Sobre o autor

Alessandra Muniz

Deixe uma resposta

Posts relacionados

Tecnologia e ESG: uma parceria de sucesso
Tecnologia e ESG: uma parceria de sucesso

Quando tecnologia e ESG andam juntos, as chances de sucesso na implementação de boas práticas aumentam. Entenda essa relação!

Aposte na automação como aliada na implementação da governança fiscal
Aposte na automação como aliada na implementação da governança fiscal

Quer entender como a automação pode se tornar sua aliada na implementação da governança fiscal? Então, não deixe de ler este artigo!

Conheça os impostos incidentes na importação
Conheça os impostos incidentes na importação

Você sabe quais são os impostos incidentes na importação? Conheça agora a lista completa e ainda as outras despesas relacionadas à ação.

Escritórios
 
 
 
Simples Nacional