5 dicas para redução de carga tributária no Brasil

Por:
3 minutos de leitura
Redução de Carga Tributária no Brasil

NESTE ARTIGO VOCE VAI VER:

Quer descobrir como implementar uma redução de carga tributária na sua empresa? Confira as dicas que preparamos!

Deseja baixar o artigo em PDF?

Por conta de toda a complexidade do sistema tributário, a redução de carga tributária no Brasil é um dos principais focos de gestores do setor fiscal. Afinal, todas as formas lícitas de minimizar as despesas com impostos são muito bem-vindas, não é?

Apesar de ser impossível cortar completamente os gastos relacionados ao pagamento de tributos, é possível explorar estratégias que garantam uma redução nesses custos. Neste momento, vale usar todas as ferramentas à disposição: planejamento tributário, incentivos fiscais, tecnologia, entre outras.

Quer descobrir como implementar uma redução de carga tributária no Brasil? Confira as dicas que preparamos para você!

Redução de carga tributária no Brasil
Imagem de Edar por Pixabay

Como implementar a redução de carga tributária no Brasil?

Veja, a seguir, alguns passos que a sua empresa pode colocar em prática para reduzir a carga tributária no Brasil.

1. Analise o melhor enquadramento tributário

Simples Nacional, Lucro Real ou Lucro Presumido? Essa é uma questão comum dentro dos departamentos fiscais de empresas brasileiros. O melhor enquadramento tributário é uma das formas mais eficientes de promover a redução de carga tributária no Brasil.

Apesar de muitos profissionais acreditarem que o Simples Nacional é sempre a melhor opção para as empresas que podem ser enquadradas nesse regime tributário, isso nem sempre é verdade. Em muitos casos, o Lucro Real ou Lucro Presumido pode representar uma diminuição nos custos mensais – mesmo com o aumento da complexidade em relação às obrigações.

Além disso, é importante ressaltar que o estudo sobre o melhor enquadramento tributário deve ser feito de forma recorrente. Ou seja, o melhor regime tributário 2 anos atrás pode não ser mais a melhor alternativa hoje. Afinal, os tributos são apurados com base nas operações e resultados da empresa – que estão em mudança constante.

2. Crie uma agenda fiscal

Depois de definir o melhor enquadramento fiscal para sua empresa, você pode criar uma agenda fiscal – mapeando todas as obrigações que devem ser cumpridas. A partir desse levantamento, você pode se manter atualizado com relação às exigências feitas pelo poder público e acompanhar o surgimento de novos compromissos.

Ou seja, você consegue identificar quais são os prazos para recolhimento dos impostos, declarações que devem ser entregues e todas as obrigações acessórias. Essas informações são fundamentais para manter o compliance fiscal e minimizar os custos extras que poderiam surgir por conta de atrasos.

3. Fique de olho nos benefícios fiscais

Os benefícios fiscais são grandes aliados quando falamos de redução de carga tributária no Brasil. Com base em medidas do Governo, sua organização pode se beneficiar de condições vantajosas – como isenção de tributos, redução de alíquota, diminuição da base de cálculo, créditos tributários, desonerações e outras deduções.

4. Estude a legislação tributária relacionada ao seu negócio

A legislação tributária brasileira é complexa e cheia detalhes, certo? Na prática, isso pode gerar condições diferentes de tributação conforme as atividades desenvolvidas pela empresa e/ou seu faturamento.

Por isso, é importante sempre manter-se atualizado em relação à legislação tributária relacionada ao seu negócio. Assim, você consegue encontrar melhores oportunidades de redução de carga tributária no Brasil – além de garantir o cumprimento de todas as obrigações.

5. Explore os benefícios da tecnologia

Nos últimos anos, a busca pela redução de carga tributária no Brasil ganhou uma nova grande aliada: a tecnologia. Com a modernização das rotinas contábeis e dos processos empresariais, tornou-se possível aumentar a produtividade e reduzir custos no departamento fiscal.

Além disso, todas as tarefas automatizadas se tornam mais eficientes e menos suscetíveis a erros humanos. Na prática, isso significa que você pode evitar atrasos no recolhimento de impostos ou pagamento duplicado de uma guia.

Automação: reduza custos na área tributária

A busca pela redução da carga tributária no Brasil é imperativa diante da complexidade do sistema fiscal. Estratégias como a análise contínua do enquadramento tributário, a criação de uma agenda fiscal, a exploração de benefícios fiscais e a compreensão aprofundada da legislação são fundamentais.

Além disso, a adoção da tecnologia como aliada na automação de processos contábeis destaca-se como uma solução eficaz para otimizar a eficiência e minimizar erros, fortalecendo, assim, a gestão fiscal das empresas diante dos desafios em constante evolução.

Agora que já conhece as principais dicas para redução de carga tributária no Brasil, continue a visita em nosso blog e descubra os benefícios do pagamento automático de tributos.

Visited 974 times, 1 visit(s) today

Quer saber como podemos ajudar você no recolhimento de tributos?

Preencha o formulário e converse com nossos especialistas.

1
2

VEJA TAMBÉM

Tempo de leitura: 3 min Neste artigo você vai conferir como gerar guia GNRE mais rápido para obter um salto de desempenho. Acompanhe!

Newsletter

Quer receber os melhores conteúdos fiscais
diretamente no seu e-mail?