Blog

5 dicas para redução de carga tributária no Brasil

Tempo de leitura: 4 minutos

Por conta de toda a complexidade do sistema tributário, a redução de carga tributária no Brasil é um dos principais focos de gestores do setor fiscal. Afinal, todas as formas lícitas de minimizar as despesas com impostos são muito bem-vindas, não é?

Apesar de ser impossível cortar completamente os gastos relacionados ao pagamento de tributos, é possível explorar estratégias que garantam uma redução nesses custos. Neste momento, vale usar todas as ferramentas à disposição: planejamento tributário, incentivos fiscais, tecnologia, entre outras.

Quer descobrir como implementar uma redução de carga tributária no Brasil? Confira as dicas que preparamos para você!

Redução de carga tributária no Brasil
Imagem de Edar por Pixabay

Como implementar a redução de carga tributária no Brasil?

Veja, a seguir, alguns passos que a sua empresa pode colocar em prática.

1. Analise o melhor enquadramento tributário

Simples Nacional, Lucro Real ou Lucro Presumido? Essa é uma questão comum dentro dos departamentos fiscais de empresas brasileiros. O melhor enquadramento tributário é uma das formas mais eficientes de promover a redução de carga tributária no Brasil.

Apesar de muitos profissionais acreditarem que o Simples Nacional é sempre a melhor opção para as empresas que podem ser enquadradas nesse regime tributário, isso nem sempre é verdade. Em muitos casos, o Lucro Real ou Lucro Presumido pode representar uma diminuição nos custos mensais – mesmo com o aumento da complexidade em relação às obrigações.

Além disso, é importante ressaltar que o estudo sobre o melhor enquadramento tributário deve ser feito de forma recorrente. Ou seja, o melhor regime tributário 2 anos atrás pode não ser mais a melhor alternativa hoje. Afinal, os tributos são apurados com base nas operações e resultados da empresa – que estão em mudança constante.

2. Crie uma agenda fiscal

Depois de definir o melhor enquadramento fiscal para sua empresa, você pode criar uma agenda fiscal – mapeando todas as obrigações que devem ser cumpridas. A partir desse levantamento, você pode se manter atualizado com relação às exigências feitas pelo poder público e acompanhar o surgimento de novos compromissos.

Ou seja, você consegue identificar quais são os prazos para recolhimento dos impostos, declarações que devem ser entregues e todas as obrigações acessórias. Essas informações são fundamentais para manter o compliance fiscal e minimizar os custos extras que poderiam surgir por conta de atrasos.

3. Fique de olho nos benefícios fiscais

Os benefícios fiscais são grandes aliados quando falamos de redução de carga tributária no Brasil. Com base em medidas do Governo, sua organização pode se beneficiar de condições vantajosas – como isenção de tributos, redução de alíquota, diminuição da base de cálculo, créditos tributários, desonerações e outras deduções.

4. Estude a legislação tributária relacionada ao seu negócio

A legislação tributária brasileira é complexa e cheia detalhes, certo? Na prática, isso pode gerar condições diferentes de tributação conforme as atividades desenvolvidas pela empresa e/ou seu faturamento.

Por isso, é importante sempre manter-se atualizado em relação à legislação tributária relacionada ao seu negócio. Assim, você consegue encontrar melhores oportunidades de redução de carga tributária no Brasil – além de garantir o cumprimento de todas as obrigações.

5. Explore os benefícios da tecnologia

Nos últimos anos, a busca pela redução de carga tributária no Brasil ganhou uma nova grande aliada: a tecnologia. Com a modernização das rotinas contábeis e dos processos empresariais, tornou-se possível aumentar a produtividade e reduzir custos no departamento fiscal.

Além disso, todas as tarefas automatizadas se tornam mais eficientes e menos suscetíveis a erros humanos. Na prática, isso significa que você pode evitar atrasos no recolhimento de impostos ou pagamento duplicado de uma guia.

Emissão de guias

Dootax: automação do recolhimento tributário

A Dootax tem uma plataforma que vai agilizar a sua área fiscal e ajudá-lo a promover a redução de carga tributária no Brasil – incluindo a automação no recolhimento de tributos. É mais produtividade e economia para sua empresa!

  • Emita 100 guias em 5 segundos;
  • Elimine erros humanos;
  • Software na nuvem (SaaS);
  • Integrações via API ou (s)FTP;
  • Implementação rápida.

Retorno operacional e financeiro

O departamento fiscal precisa executar um trabalho impecável para manter o compliance fiscal e evitar problemas com juros e multas, não é? Ao permitir que os processos manuais sejam feitos automaticamente, a Dootax também gera um aumento da rentabilidade na área fiscal.

  • Fim das multas, juros e duplicidades;
  • Redução de FTEs;
  • Evite caminhões parados na barreira.

Mais segurança

A segurança é outros dos aspectos essenciais para a área fiscal – afinal, estamos falando sobre informações delicadas e sigilosas. Por esse motivo, a Dootax possui uma preocupação especial em manter os dados da sua empresa sempre protegidos.

  • Perfis de acesso sem intervenção humana;
  • Dados criptografados;
  • Respeito às normas internacionais de segurança.

Mais tranquilidade

Quanto menos preocupações os profissionais da área fiscal possuem, melhor eles podem executar o seu trabalho. Pensando nisso, o Pagamento de Tributos da Dootax também reúne as funcionalidades necessárias para aumentar a tranquilidade no departamento fiscal.

  • Atualização fiscal e legal;
  • Suporte atencioso;
  • Sem necessidade de instalação.

Você gostou das dicas para redução de carga tributária no Brasil? Quer conhecer melhor as soluções da Dootax? Então, entre em contato com a gente!

(Visited 45 times, 1 visits today)
Compartilhe
Sobre o autor

Alessandra Muniz

Deixe uma resposta

Posts relacionados

O que muda com o Imposto sobre Bens e Serviços (IBS)?
O que muda com o Imposto sobre Bens e Serviços (IBS)?

Entenda o que é o Imposto sobre Bens e Serviços (IBS) e quais são as mudanças causadas pelo novo imposto que está sendo criado.

O que é Lucro Real?
O que é Lucro Real?

Entenda melhor o que é o Lucro Real, suas principais características e quais empresas devem optar por este regime.

Apuração de tributos – aprenda evitar os principais erros
Apuração de tributos – aprenda evitar os principais erros

Você quer aprender a evitar os principais erros na apuração de tributos? Então veja ao longo deste artigo.

Escritórios