Blog

Veja como foi o webinar sobre orçamento para a área fiscal

Tempo de leitura: 3 minutos

Estamos chegando ao final do ano, época de planejar os próximos passos em uma organização. Este é o momento em que as empresas fazem o planejamento orçamentário, uma ferramenta de gestão que contempla entradas, saídas e investimentos futuros. E, dentro disso, está o orçamento para a área fiscal.

Considerando o cenário tributário complexo do nosso país e a burocracia que já faz parte do dia a dia, é possível entender o quanto é desafiador traçar projetos para o departamento fiscal. Sabendo disso, a Dootax promoveu um webinar gratuito com dicas de grandes especialistas sobre esse assunto.

O evento contou com a mediação de Yvon Gaillard, nosso Co-Founder & Head of Sales. Já os convidados foram Ana Lidia Cunha, Tax Manager da Renovigi Energia Solar e Tax Teacher da Live University, e Renato Navarro, Financial Manager do Grupo Ultra.

Se você tem interesse no assunto, continue a leitura e fique por dentro dos principais pontos discutidos nesse bate-papo.

Planejamento do orçamento para 2022

Planejar o orçamento para a área fiscal não é uma tarefa fácil. Afinal, as constantes alterações nas regras fiscais geram impactos nos resultados e em outros setores de uma empresa.

Ana Lidia citou como um dos maiores desafios no seu planejamento a preocupação com as pessoas. Treinamentos e outras ações de desenvolvimento dos profissionais devem ser considerados. Outro ponto abordado pela especialista é a necessidade de deixar uma linha reservada no orçamento para coisas inesperadas, como mudanças na legislação tributária que demandem investimentos.

Renato Navarro reforçou a questão do inesperado e a importância de trabalhar para minimizar erros no orçamento. Além disso, mencionou que é essencial uma parceria entre a área fiscal e as unidades de negócio. Com essa proximidade, torna-se mais fácil entender as estratégias e encontrar oportunidades.

Pessoas x tecnologia: como equilibrar

Em diversas empresas, a tecnologia vem sendo incorporada às rotinas da área fiscal. Tarefas repetitivas que antes eram feitas exclusivamente por humanos, agora podem ser automatizadas, gerando uma otimização do tempo dos profissionais.

Mas, afinal, como equilibrar a inteligência humana e o uso de tecnologia na hora de realizar o planejamento para o setor?

De acordo com Renato Navarro, esse ainda é um grande tabu. Os profissionais precisam ter a ciência de que o seu conhecimento técnico será cada vez mais requerido. Por isso, a especialização é necessária.

Além disso, é fato que a tecnologia traz eficiência aos processos. Assim, é esperado que as empresas incorporem soluções digitais às suas rotinas. No entanto, a adoção de novas ferramentas é algo que requer muita análise e planejamento.

Ana Lidia reforçou a questão do investimento em tecnologia, mostrando que é importante implementar ferramentas ágeis para que os profissionais possam se dedicar às atividades estratégicas. Isso, inclusive, melhora a motivação das pessoas, que acabam frustradas quando realizam somente tarefas manuais e repetitivas ao longo do dia.

Importância estratégica da área fiscal

Você sabe quão estratégica é a área fiscal para as empresas hoje? Esse foi um dos assuntos debatidos ao longo do webinar. Ter a consciência do quanto mudanças no departamento fiscal podem impactar positivamente os resultados de um negócio é o primeiro passo para um planejamento certeiro.

Ao incluir as ferramentas certas nos planos para o próximo ano e garantir um bom alinhamento, é possível economizar tempo em diversos processos. E um departamento fiscal rápido, produtivo e que não exponha a empresa a riscos é essencial para a eficiência operacional.

Lidando com mudanças no cenário fiscal

As coisas mudam rapidamente na área fiscal e tributária. Por isso, é preciso estar sempre antenado nas notícias e tendências do setor, além de atuar para garantir a maior previsibilidade possível.

De acordo com Renato Navarro, uma ferramenta importante para proteger o orçamento, dadas as incertezas do mercado, é a construção de cenários. Com base nos projetos de lei em trâmite, por exemplo, sua empresa consegue montar cenários em que eles serão aprovados e, assim, ter uma visão ampla para o próximo ano.

Outra prática necessária para evitar imprevistos é rever o planejamento periodicamente, analisando os resultados e comparando com aquilo que foi projetado.

Mais dicas para o seu planejamento

Quem é brasileiro sabe bem como a burocracia excessiva atrasa nosso dia a dia. Porém, só quem realmente trabalha na área tributária ou fiscal entende que o cenário é mais complexo do que se imagina. 

Com tantas incertezas e uma reforma tributária improvável de acontecer, fazer com que os projetos futuros caibam no orçamento fica cada vez mais difícil.  

Sendo assim, a principal forma de economizar é se planejando bem. E falando nisso, como está o planejamento orçamentário da sua empresa?

Se quiser aprender a realizar o seu orçamento para a área fiscal com grandes especialistas, assista ao nosso webinar na íntegra.

(Visited 6 times, 1 visits today)
Compartilhe
Sobre o autor

Alessandra Muniz

Deixe uma resposta

Posts relacionados

Quais são os maiores desafios na gestão de empresas familiares?
Quais são os maiores desafios na gestão de empresas familiares?

Você conhece os principais desafios na gestão de empresas familiares? Descubra como superá-los e levar seu negócio ao próximo nível.

A DOOTAX está presente no Projeto Piloto da NFCe em São Paulo
A DOOTAX está presente no Projeto Piloto da NFCe em São Paulo

DOOTAX participa do projeto piloto para a Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e) em São Paulo.

Gestão tributária eficiente
Gestão tributária eficiente

Veja neste artigo as principais informações que você precisa conhecer sobre a gestão tributária eficiente!

Escritórios