Blog

Infrações tributárias: cuidado!

Tempo de leitura: 3 minutos

As infrações tributárias causam calafrios em qualquer contribuinte. Tanto pessoas físicas quanto empresas devem tomar cuidado constante para cumprir todas suas obrigações perante o Fisco para evitar complicações, não é?

É claro que para as pessoas jurídicas os perigos são ainda maiores. Afinal, são diversos tributos que devem ser recolhidos todos os meses. E isso sem falar das obrigações acessórias que demandam atenção do setor fiscal.

Mas você sabe todas as implicações negativas que as infrações tributárias podem gerar? Neste artigo, vamos destacar por quais motivos o compliance fiscal merece tanta atenção na sua empresa. Confira!

O que são infrações tributárias?

As infrações tributárias podem ser entendidas como a inobservância de normas estabelecidas na legislação tributária. Nessas situações, os contribuintes podem ser penalizados de diversas formas – conforme as regras que foram desrespeitadas.

Quando falamos sobre as infrações tributárias, é comum fazer uma relação direta com a ausência de pagamento de impostos. Porém, essas infrações podem ir muito além disso: recolhimento de valor incorreto, registros incorretos de ativos e patrimônio, falta de documentos obrigatórios, falha na entrega de declarações contábeis e fiscais, descumprimento de obrigações acessórias, entre outras.

Além disso, é importante destacar que as infrações tributárias podem ser voluntárias ou involuntárias. Ou seja, se uma empresa deixar de recolher um tributo por um descuido ou esquecimento, as penalidades também são aplicadas.

Emissão de guias

Infrações tributárias que demandam atenção

Afinal, quais são as infrações tributárias que demandam sua atenção para que sejam evitadas? A seguir, listamos as principais.

1. Evasão fiscal

A evasão fiscal é o uso de mecanismos ilegais para pagar menos impostos. Isso pode ser feito por meio da omissão de informações, fraudes à fiscalização, falsificação de documentos, entre outras práticas.

É importante ressaltar que a evasão fiscal não deve ser confundida com a elisão fiscal – que é uma prática lícita de planejamento tributário para redução da carga tributária respeitando todas as leis.

2. Sonegação fiscal

A sonegação fiscal representa a omissão ou ocultação de valores e bens com o objetivo de pagar menos impostos do que o obrigatório. Geralmente, isso representa a emissão de notas fiscais com valores inferiores às operações reais – gerando uma base de cálculo menor na apuração dos tributos.

Quando é identificada a situação de sonegação, a multa pode chegar a até 225% do valor devido mais juros da taxa Selic. Além disso, os sócios da empresa são responsabilizados criminalmente pela sonegação.

3. Ausência de recolhimento de impostos

Enquanto a evasão e sonegação fiscal são artifícios ilegais usados por empresas que buscam obter vantagem indevida, a ausência de recolhimento de impostos nem sempre ocorre por má-fé. Em muitos casos, os empreendedores deixam de pagar os tributos devidos por descuido ou esquecimento.

Entretanto, para fins legais, toda ausência de recolhimento de impostos é considerada uma infração tributária e gera penalidades.

Nessas situações, as empresas são penalizadas com uma multa de 0,33% por dia de atraso, podendo chegar a 20%. Além disso, se o atraso no pagamento for superior a um mês, incidem juros de mora, que são cobrados a partir do mês seguinte à inadimplência.

Infrações tributárias
Negócio foto criado por katemangostar – br.freepik.com

Como evitar as infrações tributárias?

Você deseja evitar as infrações tributárias e suas penalidades? O segredo para colocar isso em prática está na combinação entre planejamento e uso da tecnologia adequada.

O primeiro passo é um bom planejamento tributário para compreender as obrigações da organização – identificando quais impostos devem ser pagos e obrigações a serem cumpridas. A partir disso, torna-se mais fácil garantir o compliance fiscal.

Mas esse processo se torna ainda mais simples com o auxílio da tecnologia certa. Com as soluções da Dootax, você pode automatizar diversos processos do departamento fiscal para obter ganhos de tempo e eficiência.

O DOODoc Pagamento de Tributos faz a emissão e o pagamento das suas guias tributárias de modo totalmente automático, oferecendo segurança para seu negócio. Dessa forma, você garante que todos impostos sejam pagos sem atrasos.

  • Otimize processos e aumente a produtividade.
  • Reduza custos e foque no que realmente importa.
  • Elimine tarefas repetitivas e possíveis erros.

Você já conhecia os cuidados que devem ser tomados com relação às infrações tributárias? Quer conhecer melhor as soluções da Dootax? Então, visite nossa página!

(Visited 58 times, 1 visits today)
Compartilhe
Sobre o autor

Alessandra Muniz

Deixe uma resposta

Posts relacionados

Como conquistar o compliance fiscal inteligente?
Como conquistar o compliance fiscal inteligente?

Neste artigo do blog da Dootax, nós veremos como sua empresa pode garantir o compliance fiscal inteligente. Acompanhe.

Tudo sobre logística tributária
Tudo sobre logística tributária

Neste artigo vamos compreender o que é logística tributária e como essa estratégia pode ajudar a sua empresa a reduzir custos.

Como implementar a inovação fiscal na sua empresa
Como implementar a inovação fiscal na sua empresa

Você reconhece a importância da inovação fiscal? Neste artigo vamos falar sobre o caminho para colocá-la em prática através da automação de processos.

Escritórios