Gestão de Domicílio Tributário Eletrônico: 7 razões para automatizar com a Dootax

Por:
3 minutos de leitura
Gestão de Domicílio Tributário Eletrônico

NESTE ARTIGO VOCE VAI VER:

Descubra como a Dootax pode simplificar a gestão de Domicílio Tributário Eletrônico, economizando tempo e garantindo a conformidade fiscal.

Deseja baixar o artigo em PDF?

A gestão de Domicílio Tributário Eletrônico (DTE) pode não ser uma tarefa simples, certo? Apesar de ter surgido para facilitar a distribuição de informações entre contribuintes e o governo, o DTE ainda demanda muito tempo dos profissionais em várias organizações.

Isso acontece porque são diversas caixas postais para checar – exigindo que esteja sempre alerta para as notificações. Assim, verificar as notificações manualmente torna-se trabalhoso e inviável.

Porém, é possível automatizar esse processo e utilizar a tecnologia a favor do seu negócio – e a Dootax oferece uma solução de automação da gestão de Domicílio Tributário Eletrônico. Continue a leitura e saiba mais!

O que é Domicílio Tributário Eletrônico?

DTE ou Domicílio Tributário Eletrônico trata-se de uma caixa postal disponibilizada pelo governo, onde a empresa pode receber correspondências de caráter oficial do Fisco.

Para obter a sua caixa postal, o primeiro passo é fazer a adesão ao DTE, processo online e simples. Basta acessar a plataforma equivalente ao Domicílio Tributário Eletrônico de acordo com o estado ou município em que a organização está localizada.

Depois de feita a adesão, as intimações passam a ser realizadas em formato digital. Prefeituras, Secretarias de Fazenda Estaduais e Federal podem migrar a comunicação para esse formato – mas com o uso de plataformas diferentes para cada uma dessas esferas.

Importância da gestão de Domicílio Tributário Eletrônico

A criação do Domicílio Tributário Eletrônico proporcionou mais agilidade às empresas em relação à burocracia e a morosidade dos processos baseados no envio de cartas registradas.

Contudo, é importante se atentar a gestão efetiva do DTE, pois, com as correspondências digitais, a empresa tem de tomar ciência de processos ou notificações que podem estar sendo empregadas a ela.

Confira abaixo, alguns benefícios de fazer a adesão ao DTE:

  • Acesso a vários serviços que antes exigiam o deslocamento até a repartição pública;
  • Redução no tempo gasto com trâmite de processos administrativos digitais;
  • Economia e celeridade processual;
  • Segurança contra extravio de correspondência;
  • Garantia do sigilo fiscal.

No entanto, acessar todos os portais para verificar a existência de correspondências é algo trabalhoso e passível ao erro humano, como esquecimento ou falta de atenção. A gestão de Domicílio Tributário Eletrônico deve englobar a automatização do processo para ser eficiente.

Com a automação, fica mais prático gerir as notificações enviadas pelos setores do governo. Além disso, automatizando, você não perde prazos importantes.

Principais desafios da gestão manual do DTE

Como trouxemos anteriormente, a gestão de Domicílio Tributário Eletrônico pode ser prejudicada por sofrer interferência humana passível de erros. Outro ponto importante é justamente o fato de que, quando não automatizada, a gestão seja feita manualmente.

Dessa forma, para conferir todas as correspondências, é necessário acessar diversos sites e portais diferentes, demandando muitas horas de trabalho.

Outro desafio da gestão manual do DTE é a presunção de conhecimento dos fatos. Mas o que é isso? A presunção de conhecimento dos fatos não leva em conta se o contribuinte acessou realmente a caixa postal e tem conhecimento sobre os prazos, ou não.

A partir do envio da intimação em formato digital, o prazo começa a correr e, por isso, é possível perder prazos importantes. Uma vez que, se não é acessado regularmente, a intimação pode passar sem conhecimento do contribuinte.

Nesse cenário, podemos elencar os principais desafios da gestão de Domicílio Tributário Eletrônico:

  • Necessidade de acessar a caixa postal eletrônica frequentemente;
  • Prazos começam a correr a partir do envio da notificação – mesmo se o contribuinte não visualizou o conteúdo da correspondência;
  • Gasto de tempo do trabalho para acesso ao DTE;
  • Necessária maior integração entre os setores contábil, fiscal e jurídico de uma empresa.
Gestão de Domicílio Tributário Eletrônico

A Dootax tem a solução para a gestão eficiente do DTE

Com a solução Dootax Caixa Postal Fiscal, você elimina todos os desafios da gestão de Domicílio Tributário Eletrônico de forma automática.

Essa solução permite que você acesse todas as notificações federais, estaduais e municipais sem precisar acessar caixas postais diferentes a cada momento. Assim sua empresa tem mais tempo e não perde datas importantes.

Com a Caixa Postal Fiscal da Dootax, você ganha todos esses benefícios:

  1. Otimização do tempo – não precisa acessar diversas caixas postais manualmente;
  2. Garantia do recebimento de notificações;
  3. Centralização das caixas postais – tudo em um só lugar;
  4. Segurança – nada de notificações extraviadas;
  5. Não perde mais prazos – alcance compliance fiscal;
  6. Integração com o Dootax Gestão de Tarefas Fiscais;
  7. Leitura de mensagem sem dar ciência – em caixas postais que possibilitam.

Centralize todos os DTEs facilitando o acesso ao Fisco e gerencie a comunicação com o governo em um lugar só. Chega de perder prazos ou horas de trabalho por conta da gestão manual do DTE.

Aproveite os benefícios da solução da Dootax para automatizar a gestão de Domicílio Tributário Eletrônico. Entre em contato com os nossos especialistas!

Visited 63 times, 1 visit(s) today

Quer saber como podemos ajudar você na gestão dos DTEs?

Preencha o formulário e converse com nossos especialistas.

1
2

Veja uma demonstração de como centralizar os DTEs e simplificar o acesso da sua empresa ao Fisco

Newsletter

Quer receber os melhores conteúdos fiscais
diretamente no seu e-mail?

Centralize mensagens
e elimine riscos
com o Dootax
Caixa Postal Fiscal